MENU
dossiê promocional
especial advogados | Painel de Notícias

Plataforma online permite celebrar contratos


A INOVAÇÃO TECNOLÓGICA no sector jurídico chegou ao domínio dos contratos com um novo projeto centrado numa plataforma online que permite celebrar qualquer tipo de contrato criado por advogados. Designa-se Contractuall e permite, de forma prática e rápida, celebrar contratos, desde contratos de arrendamento a contratos de trabalho, comodato, compra ou venda de veículos, entre outros, através de minutas personalizáveis e com assinatura digital.

O utilizador tem apenas de selecionar o contrato do seu interesse no site da empresa e ativar as cláusulas que se enquadram no seu caso específico para personalizar as áreas que pretende, garantindo a adequação do contrato às necessidades das partes envolvidas. A plataforma oferece a flexibilidade de escolher entre a assinatura digital ou impressa, de acordo com as preferências do utilizador. As cláusulas disponíveis são inúmeras, tal como as variantes do mesmo contrato, o que possibilita criar contratos exclusivos para cada caso. De acordo com os responsáveis da plataforma, as minutas são desenvolvidas por advogados, garantindo a legalidade do documento. Porém, a celebração de um contrato na Contractuall não dispensa a consulta de um advogado, particularmente nos casos mais complexos.

A criação da empresa foi motivada pela necessidade de celebrar contratos, a maioria deles com cláusulas complexas, com que as pessoas se deparam ao longo da vida, bem como reduzir a morosidade e os custos envolvidos nestes processos. A Contractuall procurou desenvolver uma solução que ajudasse a resolver estes problemas. O facto de permitir ativar várias cláusulas torna a experiência personalizável e mais transparente, já que ficam definidas as obrigações e os direitos de cada parte envolvida no contrato. Por exemplo, ao emprestar um imóvel a um amigo, existem inúmeras combinações possíveis de cláusulas, permitindo a criação de um contrato quase único para cada situação. Em contratos como o de arrendamento, a plataforma pode ainda submeter fotos da habitação como anexo. No documento fica claro o que cada um tem de fazer e as suas penalizações em caso de incumprimento.