MENU
dossiê promocional
especial advogados | Painel de Notícias

Fundação PLMJ é mecenas do novo CAM da Gulbenkian


A PLMJ, SOCIEDADE DE ADVOGADOS, E A FUNDAÇÃO PLMJ são os novos mecenas do novo Centro de Arte Moderna (CAM) da Gulbenkian, que tem abertura prevista para o próximo ano. As duas entidades assinaram um protocolo formalizado por Bruno Ferreira, managing partner da PLMJ, Eduardo Nogueira Pinto, presidente executivo da Fundação PLMJ, Nuno Ferreira Morgado, do conselho de administração da Fundação PLMJ, António Feijó, presidente do conselho de administração da Fundação Calouste Gulbenkian, e Guilherme d’Oliveira Martins, administrador da Gulbenkian. O managing partner da PLMJ afirmou que “foi com muita honra e orgulho que recebemos o convite da Fundação Calouste Gulbenkian para estarmos entre os mecenas fundadores do novo CAM, que é o maior projeto cultural do país em várias décadas e eleva a cidade e Portugal para um novo patamar do ponto de vista da programação cultural, além do projeto arquitetónico absolutamente extraordinário”. Também o presidente executivo da PLMJ destacou o papel vital que a Fundação Calouste Gulbenkian desempenha nos domínios da arte, do conhecimento e da ciência, e este protocolo está também intrinsecamente ligado à história da PLMJ, “que há mais de 20 anos criou a Fundação PLMJ, elegendo a cultura como foco da sua atividade mecenática”.